Grupos-alvo de curto prazo

Os grupos-alvo de curto prazo identificam-se com os de longo prazo, encontrando-se integrados no desenvolvimento do currículo, através de uma abordagem participativa. Assim, os grupos-alvo serão activamente envolvidos no projecto e irão posteriormente participar na implementação do currículo. Nestes grupos incluem-se:

  • professionais e formadores de associações de agricultores (técnicos, etc.)
  • formadores e professores de centros de formação e ensino vocacional, universidades e outras instituições de ensino superior, activas nos sectores agrícola, social, da justiça, da educação e do desenvolvimento rural
  • profissionais activos em redes de actividades desenvolvidas nas áreas da Agricultura Social e da Agricultura Multifuncional
  • utilizadores / aprendentes: professionais e estudantes dos sectores agrícola, social, da justiça, da saúde e da educação, profissionais de acção social em organizações de assistência social, em instituições públicas e privadas, em prisões, agricultores, enfermeiros e auxiliares em hospitais e lares, estudantes de universidades e escolas vocacionais, empresários, autarquias

Como é que estes grupos podem ser alcançados e envolvidos ao longo da duração do projecto?

  • Profissionais de associações agrícolas: pretende-se alcançar este grupo por meio de: comunicação e relações públicas, organização de encontros e excursões, contactos para implementação do Centro de Competências, organização e participação em encontros nacionais e transnacionais, bem como da escola de Verão.
  • Profissionais dos sectores agrícola, social, de saúde e educação, profissionais de acção social em organizações de assistência social, em instituições sociais públicas e privadas, em prisões, agricultores, enfermeiros e auxiliares em hospitais e lares, professores: pretende-se envolver este grupo através de: trabalho nos grupos focais, revisão do material, avaliação e desenvolvimento do currículo, participação na escola de Verão e teste / avaliação do curso-piloto.
  • Formadores e professores de centros de formação e ensino vocacional, universidades e outras instituições de ensino superior: pretende-se envolver activamente este grupo no desenvolvimento do texto de especialidade e no desenho do currículo final.
  • Decisores políticos dos sectores da saúde, educação, agricultura, justiça e acção social: pretende-se envolver este grupo através de: contactos pessoais ao longo do período de duração do projecto, participação activa na implementação do projecto.